Passo-a-passo enfrentamento Covid-19 para ILPIs

Atualizado: Abr 29

A fim de esclarecer as dúvidas surgidas nesse período de Pandemia da Covid-19, o CeMAIS produziu um passo-a-passo para guiar as instituições durante o enfrentamento da doença.

1- Entenda bem a doença.

Busque fontes oficiais de informação para compreender sua forma de propagação, contágio, e medidas de prevenção. Procure nos órgãos responsáveis se há algum protocolo para auxiliá-los durante esse período. Reunimos aqui alguns destes documentos.

2- Esclareça as dúvidas da sua equipe.

A informação adequada pode salvar vidas. Confira sempre a informação antes de compartilhá-la, uma equipe bem informada pode ter menos equívocos.

Conheça as orientações da Prefeitura de Belo Horizonte aqui.



3- Faça parte e seja o todo!

Este é o momento de juntar forças e caminhar juntos. Conheça as organizações que estão oferecendo ajuda nesse momento. Fortalecendo a ideia de Rede, a Medlogic, juntamente com outros parceiros, desenvolveu uma plataforma para orientar as ILPIs durante a pandemia. No portal estão disponíveis protocolos, planos de ação e diversas orientações úteis, acesse.

4- Busque ajuda, você não está sozinho.

Busque na sua região os órgãos competentes que poderão nortear a ILPI nos processos de quarentena e distanciamento social. A Vigilância Sanitária, por exemplo, pode ser uma importante parceira.

5- Não perca o foco.

Este é o momento de cuidado, de preservar a vida, sobretudo de nossos idosos. Esteja atento aos protocolos de higiene para evitar a propagação da doença. As ILPIs de BH levantaram uma série de dúvidas que acreditamos sejam comuns às demais instituições. O que deve conter, por exemplo, em um quarto de isolamento, considerando a realidade dos diversos lares do Estado. Você pode esclarecer por aqui.

6- Cuide de quem cuida.

Esteja próximo ao colaborador, ofereça escuta e apoio; promova ações que favoreçam o diálogo. Afinal, eles estão na linha de frente do cuidado e para que permaneçam, precisam dessa atenção. Confira

7- Mantenha uma boa organização financeira.

Promova ações que inspire a comunidade a doar. Verifique na sua região a disponibilidade de repasse emergencial para a compra de insumos de proteção para uso dos residentes e equipe. Manter a atenção nas finanças é fundamental para o gerenciamento da crise.

8- Compartilhe experiências e divida as dificuldades.

Mais do que nunca estamos em rede. Compartilhar as dores e angústias pode ser um alívio e quem sabe a solução para resolver o problema. Tenha em mente que estamos juntos nesta jornada! Caso aconteça algum caso suspeito, comunique imediatamente à família para que ela esteja ciente e ao Centro de Saúde para que sejam tomadas as providências

9- Mantenha o contato com as famílias e promova novas experiências com os idosos.

O distanciamento não pode ser sinônimo de abandono. Mantenha contato frequente com familiares e amigos dos idosos. Em tempos de isolamento, os recursos tecnológicos são instrumentos para a interação social. Confira algumas dicas de entretenimento aqui.

10- Tudo vai ficar bem!

Acreditamos que juntos, podemos salvar vidas, a informação correta e o compartilhamento de boas práticas neste momento podem fazer grande diferença. Semanalmente, enviamos a você nosso boletim Informe 60+ com boas práticas experimentadas na Rede de ILPIs de Belo Horizonte. Clique para assinar.


0 visualização