NOTÍCIAS

Parque Serra do Curral recebe escultura em homenagem ao ambientalista Hugo Werneck

Uma iniciativa que une órgãos públicos, organizações sociais, empresas e artistas em prol da inclusão social, da conscientização ambiental e da valorização da arte.

Fotos: Mirna de Moura/TJMG



A Obra de arte “Espalhador de Passarinhos”, instalada no Parque Serra do Curral, é uma criação do artista plástico Gu Ferreira, e foi construída em homenagem ao importante ambientalista mineiro Hugo Eiras Furquim Werneck, utilizando sucata de metal.


A Inauguração da escultura aconteceu no dia 13 de dezembro, e contou com representantes do Ministério Público do estado de Minas Gerais (MPMG), do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), do Ministério Público do Trabalho (MPT), da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH e do Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais (CeMAIS), além de organizações e empresas parceiras, celebrando, junto à família do homenageado e aos responsáveis pela criação da obra, a importância da arte, da inclusão e do desenvolvimento sustentável.


A instalação é a primeira ação do Programa Caminhos, iniciativa que visa a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade social no município de Belo Horizonte, por meio do acesso ao trabalho, à cultura e à arte. Foram contemplados quatro assistidos do Programa, Daniel Rocha, Ercílio Deziderio, Aleci Barbosa e Elbert de Moura, encaminhados pelo Instituto de Apoio e Orientação a Pessoas em Situação de Rua (INAPER). Eles colaboraram na construção da obra, contando com o importante apoio técnico de Paulo César Aguiar e do artista plástico Gu Ferreira, que possui uma trajetória de atuação em projetos de mesmo perfil na Prefeitura de Montes Claros, como Coordenador de Educação Ambiental. Gu Ferreira trabalha na transformação de sucatas em obras de arte e ensina o ofício a reeducandos.


“O que a obra diz em si é que as pessoas em situação de rua de BH podem muito, podem o belo, o bonito. Nosso grande desafio agora é tirar do papel o que chamamos de Banco de Oportunidades. Depois de participarem de diversas oficinas de treinamento e da construção dessas obras primas, essas pessoas devidamente treinadas estão prontas para o trabalho. É assim que se pretende efetivar a inclusão pelo trabalho e pela arte, preparando-os. Já temos, além dos quatro que executaram a escultura, pelo menos mais dez pessoas com currículos, buscando oportunidades. É hora de pavimentar mais esse caminho de saída das ruas. Precisamos muito da ajuda de todos” - Fala do Promotor de Justiça Paulo César Vicente de Lima durante o evento de inauguração da obra.

Além do viés social, o Programa possui também uma importante frente ambiental: Hugo Eiras Furquim Werneck (1919-2008) foi um dos precursores da consciência ecológica na América Latina, ex-presidente da Associação de Parques e Zoobotânica de Belo Horizonte e defensor da criação de importantes áreas verdes em Minas Gerais, como os parques Nacional da Serra do Cipó e Estadual do Rio Doce.


“Papai adorava a Serra do Curral desde quando se mudou para a rua Padre Severino, no bairro São Pedro, em 1947. Foi um defensor da preservação da flora e do relevo da Serra ao longo da sua vida. Esta obra de arte fixa fisicamente o nosso pai à Serra que tanto amou. Está no semblante dele a alegria de se ver entre os tico-ticos, sanhaços, rolinhas, pintassilgos, saíras, marias-brancas que vão se banhar na bica da praça que agora leva o seu nome, e catar bichinhos no gramado, à sombra de uma grande árvore!” - Depoimento da Família Werneck.

“O Caminhos reforça a importância da intersetorialidade. Ele só é possível porque representantes do poder público e empresas percebem a importância da ação conjunta para modificar realidades. O CeMAIS entra como essa instituição social que acredita no diálogo entre os três setores e contribui, com muita alegria, para a melhoria da qualidade de vida na nossa cidade. A obra é um pontapé inicial, o início de uma caminhada. Que, a cada vez que olharmos para essa obra de arte, possamos pensar que muito se pode fazer para contribuir com a cidade, e que a cidade também pode fazer muito para contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas em situação de vulnerabilidade” - Fala da Diretora-presidente do CeMAIS, Marcela Giovanna.


O Programa Caminhos é resultado de um Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre o TJMG, o MPMG, o MPT e a PBH. A iniciativa possui a parceria do Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais (CeMAIS), o patrocínio da ArcelorMittal Brasil, Cemig, AVG Siderurgia, Cedro Mineração, Bemisa e Sindiextra e o apoio da Associação do Ministério Público de Minas Gerais, Associação dos Magistrados Mineiros, Nepomuceno Soares Advogados Associados e Dinorá Carla Sociedade Individual de Advocacia.


Em 2022, o programa atenderá 20 pessoas, que passarão por um acompanhamento psicossocial, por formações de desenvolvimento pessoal, capacitações profissionais, oficinas de arte e ações que visam a empregabilidade.



Visite a escultura “Espalhador de Passarinhos” no Parque Serra do Curral!

Av. José do Patrocínio Pontes, 1.951 - Mangabeiras, Belo Horizonte - MG


43 visualizações0 comentário