Dar as mãos e caminhar juntos

Atualizado: Jul 22

Na tarde da quinta-feira, 5 de março, aconteceu, no auditório da AMMP, o 1º Encontro da Rede Criança e Adolescente, novo projeto do CeMAIS voltado para o acompanhamento de até 40 projetos sociais executados com recursos do Fundo Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes de Belo Horizonte (FMDCA-BH). Mais de 25 representantes de 13 organizações sociais estiveram presentes e contribuíram com o debate sobre a importância do monitoramento para o alcance de melhores resultados.


“Cheguei um pouco preocupada de ser mais uma demanda, mais uma tarefa, mais um instrumento, mais reuniões e a gente já está com uma equipe bem reduzida… a atuação política é importante, mas é preciso ter pessoas, se não, fica a dúvida, eu atendo ou eu vou?”, explicou Luana Gonçalo, representante da Terra da Sobriedade.


Esse receio não era só da Luana, Ronalte Vicente da Silva, representante do Minas pela Paz, contou que também chegou preocupado em ser mais um trabalho para fazerem e, com a redução de equipe, não sabia se dariam conta de participar. Diante da dúvida comum, a primeira questão que surgiu logo que o coordenador do projeto Virgílio Garcia começou a apresentá-lo foi: “a participação é obrigatória?”

Aline Resende, diretora executiva do CeMAIS, explicou que a adesão das organizações ao projeto Rede Criança e Adolescente é voluntária e que a proposta é um acompanhamento dos projetos executados com recursos do FMDCA para ampliar a transparência e os resultados. Ela e Virgílio reforçaram a postura do CeMAIS de buscar com cada organização social participante o melhor caminho de construir o monitoramento usando a plataforma digital Prosas e colocaram a equipe do CeMAIS à disposição para assessorá-los no que for preciso.


Thiago Alvim, sócio-fundador da Nexo Investimento Social e da plataforma Prosas, participou do encontro e, além de apresentar melhor o recurso de monitoramento de projetos do Prosas, falou sobre a importância de ampliar a transparência e a visibilidade das ações das OSCs para melhorar a captação de recursos. Ele começou sua fala perguntando aos mais de 25 representantes de organizações sociais presentes sobre por quê monitorar?

As respostas foram muitas, desde medir impacto, construir portfólio para a OSC, registrar do que já foi feito, avaliar e adequar a proposta, ter clareza para atingir o objetivo, fortalecer a instituição até credibilidade, transparência e visibilidade. Thiago concordou com os apontamentos do público e completou: “Monitoramento é para a gente não errar. Monitorar é dar as mãos e caminhar juntos para alcançar resultados”.


“Eu saio daqui hoje aliviado de saber que é uma proposta que vai agregar valor à instituição e ao nosso projeto. Vai nos ajudar a entregar nossos resultados, trabalhando talvez menos e melhor”, comemorou Ronalte. Sueli Jardim, representante das Obras Pavonianas, também saiu satisfeita do encontro: “fiquei muito feliz e surpresa de ver que a proposta do CeMAIS é uma assessoria para uma parte muito crítica das associações, que é a gestão e monitoramento dos resultados. Saio daqui muito satisfeita e grata e mais fortalecida e tranquila para caminhar com o projeto”.

Luana também comenta que saiu do encontro mais confortável de saber que a iniciativa do CeMAIS é de dar um suporte, uma consultoria para qualificar a sociedade civil para se capacitar no monitoramento dos projetos. “Ainda preciso de mais esclarecimentos”, completou a gestora.


Luana e os demais representantes dos projetos podem ficar tranquilos, pois agora inicia a próxima etapa do projeto Rede Criança e Adolescente, com visitas da equipe do CeMAIS às organizações sociais e conversas individuais para tirar dúvidas e dar início ao monitoramento dos projetos.


O projeto Rede Criança e Adolescente é uma realização do CeMAIS com recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Belo Horizonte.

24 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

© 2020 CeMAIS |  Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Agência Ápice  | CNPJ : 08.415.255/0001-27