• 16 NOV 15
    • 0

    Instituto Albam e TJMG comemoram 10 anos de intervenções exitosas com homens autores de violência doméstica.

    O Instituto Albam e o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais realizam o Seminário Masculinidade e Violência 10 anos de Intervenção com homens.
    Dia 27/11/2015 no auditório TJMG – Av Raja Gabáglia, 1753 – BH/MG

    As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas por meio do site www.albam.org.br

    Programação
    08:30 – Credenciamento e café de boas vindas
    09:00 -Abertura
    09:30 – Conferência inicial – “Contexto atual brasileiro de trabalho grupal com homens autores de violência contra mulheres: desafios, políticas e reflexões teóricas e feministas”. Adriano Beiras (Professor/UFSC)
    10:30 – Mesa de debate – Intervenções com homens autores de violência: análise dos modelos
    teórico-metodológicos e das experiências em Minas Gerais. “Análise dos modelos de intervenção com homens autores de violência a partir da ótica das mulheres”. Cláudia Natividade (Sócia-fundadora do Instituto Albam; CRP/MG)
    “As intervenções com homens autores de violência doméstica contra as mulheres ante suas bases teórico-metodológicas e perspectivas políticas: as experiências no estado de Minas Gerais”. João Paulo Bernardes (Albam; UFMG) Facilitador: Leonardo Leite (Albam)
    11:30 -Intervalo para almoço
    13:30 – Mesa de debate – Aspectos jurídicos, históricos e sociais das intervenções com homens
    autores de violência. “Contexto jurídico-histórico do trabalho com homens autores de violência: desafios e perspectivas”. Fabiana Leite (Consultora em alternativas penais/PNUD-Brasília)
    “As intervenções com homens no Estado de Minas Gerais e o papel do judiciário”. Desembargadora Evangelina Duarte (superintendente COMSIVfT JMG) Facilitadora: Tayane Lino (UFMG)
    14:30 – Conferência – “O paradoxo constitutivo das masculinidades e seu reflexo nas intervenções com homens autores de violência: a experiência do Instituto Albam”. Felippe Lattanzio (Coordenador Metodológico do Instituto Albam; UFMG)
    15:30 – Coffee Break
    16:00 – Mesa de debate – Reflexões sobre a práxis nas intervenções com homens: análise de
    experiências no Brasil e Argentina. “Reflexões sobre uma experiência de estágio no Albam: a importância da práxis no processo grupal”.
    Sandra Azeredo (professora aposentada/UFMG)
    “Masculinidade hegemônica e violência contra as mulheres: reflexões a partirda prática”.
    Emma Garcia (Dirección de Violencia Familiar/Córdoba-Argentina) Facilitadora: Rebeca Rohlfs (Albam)
    17:15 – Conferência de encerramento: “Homens que mudam? Transformando a epistemologia da desigualdade” .Roberto Garda (Hombres por la equidad/México)
    18:15- Exibição do curta-metragem “A batalha das colheres” (Dir. Fabiana Leite)

    albam_maladireta_seminario corte

    Deixe seu comentário →

Deixe seu comentário

Cancelar comentário